1. Guia
  2. RS
  3. TRAMANDAI
  4. Detalhes da cidade
Guia da cidade - TRAMANDAI


Detalhes da cidade: TRAMANDAI-RS


  • Cidade: TRAMANDAI - Estado: RS
  • DDD: 51
  • Região: Osório
  • População: 51.715 habitantes (Homens: 40% / Mulheres: 43%)
  • Homens: 20.885
  • Mulheres: 22.334
  • Total de domicílios: 14.308
  • Distância da capital (em km): 106
  • Área (km²): 1.439
  • Densidade demográfica: 3.003
  • Frota de veículos: 17.898
  • Indústrias: 721
  • Serviços: 2.042
  • Agronegócios: 12
  • Comércio: 3.054
  • Número de empresas: 5.829
  • Serviços de saúde: 63
  • Agências bancárias: 6
  • Educação: 54
  • Administração pública: 13
  • Atividades financeiras: 17
  • Correios e telecomunicações: 9
  • Transportes: 82
  • Alojamento: 55
  • Alimentação: 660
  • Comércio e reparo de veículos: 167
  • Serviços em geral: 916
  • Indústria extrativa: 5
  • Construção: 261
  • Reciclagem: 13
  • Eletricidade, gás e água: 16
  • Indústrias em geral: 426
  • Comércio atacadista: 304
  • Comércio varejista: 2.750


  • Tramandaí

    Rio Grande do Sul - RS

    Histórico

    Com a revisão do Tratado de Tordesilhas as terras do Sul do país passaram para os portugueses. Em l680, cria-se a Colônia do Sacramento para garantir o direito de posse destas terras. A sobrevivência do território dependia de Laguna e o direito entre estes dois pontos era feito através do litoral.

    Começa o desenvolvimento do gado, das charqueadas e extração do ouro. Depois de 1700, intensifica-se o caminho dos tropeiros. Surgem os primeiros rincões e invernadas de tropas.

    Tramandaí transforma-se em caminho de aventureiros em demanda das possessões espanholas. Os bandeirantes que vinham aprisionar índios, jesuítas espanhóis e portugueses, soldados que passavam para a Colônia do Sacramento, etc.

    O povoado de Tramandaí, oficialmente inicia-se em 26 de outubro de 1732, quando Manoel Gonçalves Ribeiro recebe a 1ª Sesmaria do Estado no local chamado Paragem das Conchas.

    O município inicia-se às margens do rio, com ranchinhos de palha que os pequenos pescadores erguiam para a temporada de pesca. Depois, passaram a se fixar aí pela abundância do pescado. Mais gente chegava de Laguna. Também pequenos agricultores da região estabeleceram-se aqui como comerciantes, porque nesta época, 1906, Tramandaí já era procurada como balneário. Havia aproximadamente 80 casas. Dois hotéis já funcionavam durante o verão: Hotel Saúde e Hotel Sperb. A economia passa a girar em torno da pesca e do veraneio. Em 1908 é construída a primeira capela de Tramandaí, Nossa Senhora dos Navegantes.

    O nome do povoado deve-se ao rio que era notável por sua piscosidade. Tramandaí, a origem do nome é tupi-guarani, e tem como possíveis significados: Rio dos meandos (sinuoso); Rio roedor (havia muita capivara e ratão do banhado); lugar onde se cerca para colher (pescar com redes).

    Formação Administrativa

    Distrito criado com a denominação de Tramandaí, pelo Decreto Estadual n.º 7.842, de 30-06-1939, subordinado ao município de Osório.

    No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Tramandaí permanece no município de Osório.

    Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito permanece no município de Osório.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

    Elevado à categoria de município com a denominação de Tramandaí, pela Lei Estadual n.º 5.037, de 24-09-1965, desmembrado do município de Osório. Sede no antigo distrito de Tramandaí. Constituído do distrito sede. Instalado em 11-03-1967.

    Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído do distrito sede.

    Pela Lei Municipal n.º 654, de 30-12-1986, é criado o distrito de Magistério (ex-localidade) e anexado ao município de Tramandaí

    Pela Lei Municipal n.º 1.063, de 15-12-1993, foram criados os distritos de Estância Velha e Nova Tramandaí e anexados ao município de Tramandaí.

    Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído de 3 distritos: Tramandaí, Estância Velha e Nova Tramandaí.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

    Fonte: Prefeitura Municipal