1. Guia
  2. MS
  3. MARACAJU
  4. Detalhes da cidade
Guia da cidade - MARACAJU


Detalhes da cidade: MARACAJU-MS


  • Cidade: MARACAJU - Estado: MS
  • DDD: 67
  • Região: Dourados
  • População: 44.042 habitantes (Homens: 46% / Mulheres: 43%)
  • Homens: 20.288
  • Mulheres: 18.855
  • Total de domicílios: 10.961
  • Distância da capital (em km): 141
  • Área (km²): 52.988
  • Densidade demográfica: 74
  • Frota de veículos: 15.479
  • Indústrias: 186
  • Serviços: 1.005
  • Agronegócios: 76
  • Comércio: 952
  • Número de empresas: 2.219
  • Serviços de saúde: 30
  • Agências bancárias: 4
  • Educação: 31
  • Administração pública: 17
  • Atividades financeiras: 14
  • Correios e telecomunicações: 2
  • Transportes: 161
  • Alojamento: 16
  • Alimentação: 101
  • Comércio e reparo de veículos: 169
  • Serviços em geral: 460
  • Indústria extrativa: 3
  • Construção: 61
  • Reciclagem: 3
  • Eletricidade, gás e água: 4
  • Indústrias em geral: 115
  • Comércio atacadista: 139
  • Comércio varejista: 813


  • Maracaju Mato Grosso do Sul - MS

    Histórico

    A região de Maracaju foi inicialmente ocupada por Jesuítas espanhóis que tiveram suas reduções desmanteladas por ação dos bandeirantes paulistas, iniciada por Antônio Raposo Tavares. No primeiro lustro do século XVII, a região voltou a ser ocupada por Gabriel Francisco Lopes e seus irmãos Joaquim e José, que posteriormente recebeu a alcunha de Guia Lopes, procedentes da província de Minas Gerais. Logo depois Gabriel trouxe seu sogro Antônio Gonçalves Barbosa que veio acompanhado de seu irmão Inocêncio Barbosa e respectivas famílias. Novas levas de mineiros chegaram à região e, em 1860, fundaram dois núcleos: Água Fria e Santa Gertrudes.

    A invasão paraguaia determinou o abandono da região, retornando a maioria de seus moradores para Minas Gerais.

    Em 1922, João Pedro Fernandes, radicado no local denominado São Bento, hoje Sidrolândia, transferiu sua farmácia para Santa Rosa, Município de Nioaque e à margem direita do Rio Brilhante. Em 1923, em consequência de um surto de malaria e atendendo apelo dos moradores, transferiu seu estabelecimento comercial para a região onde hoje se ergue a cidade de Maracaju.

    Espírito empreendedor, João Pedro procurou instalar uma escola e, com o apoio dos moradores, organizou a "Sociedade Incentivadora da Instrução de Maracaju", instalado a 25 de dezembro de 1923.

    Nestor Pires Barbosa, pecuarista na região, entregou por doação à Sociedade 204 hectares onde seriam construídas casas que servissem de abrigo para as crianças que frequentassem a escola. Mais tarde, foram adquiridos mais 415 hectares, situadas às margens do córrego Mont'Alvão, onde foi edificado um prédio confortável para o funcionamento da Escola.

    O desenvolvimento constante do novo povoado levou o Governo do Estado a criar o Distrito de Maracaju, pela Resolução 912, de 08-08-1924.

    A 25 de abril de 1944, a Estrada de Ferro Noroeste do Brasil inaugurou a estação ferroviária de Maracaju, o que muito contribuiu para o progresso do município.

    Gentílico: maracajuano ou maracajuense

    Formação Administrativa

    Distrito criado com a denominação de Maracaju, pela Resolução Estadual nº 912, de 08-07-1924, no Munícípio de Nioaque.

    Elevado à categoria de Vila com a denominação de maracaju, pela Lei Estadual nº 987, de 07-07-1928, desmembrado de Nioaque. Sede na Povoação de Josinópolis Constituído do Distrito Sede. Instalado em 07-09-1928.

    Elevado a categoria de Cidade pela Lei Estadual nº 1031, de 01-10-1929.

    Em divisão administrativa referente ao ano de 1993, o município é constituído do Distrito Sede.

    Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 2 Distritos: Maracaju e Vista Alegre.

    Pelo Decreto-Lei Federal nº 5839, de 21-09-1943, foi território Federal de Ponta Porã dividido em 7 municípios um dos quais, denominado Maracaju, compreendendo parte dos Município de Maracaju e Nioaque, Estado do Mato Grosso (diário oficial de 29-09­1943.

    Pelo Decreto-Lei nº 545, de 31-12-1943, o têrmo de maracaju foi transferido, mas desfalcado de parte do seu território, que anexado ao Município de Aquidauana, para o território Federal de Ponta Porã.

    No quadro estabelecido pelo Decreto-Lei Federal nº 6550, de 31-05-1944, ainda em vigor nos termos dos artigos 161 e 162 do Decreto-Lei nº 6887, de 21-09-1944, e retificado pelo Decreto-Lei Federal nº 9055, de 12-03-1946, o município é Constituído de 2 Distritos: Maracaju e Ervânia.

    Por ato das disposições constitucionais transitórias, promulgado a 18-09-1946, foi extinto o território de Ponta Porã , sendo que pelo Decreto-Lei Estadual nº 1947, fica restaurada a antiga divisão administrativa e a Judiciária da área que constituia o extinto território, reincorporado ao Estado de Mato Grosso.

    Em divisão territorial datada de 01-07-1960, o município é constituído de 2 Distritos: Maracaju e Vista Alegre (ex-Ervânia).

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-07-1999.

    Fonte: IBGE