1. Guia
  2. MS
  3. COXIM
  4. Detalhes da cidade
Guia da cidade - COXIM


Detalhes da cidade: COXIM-MS


  • Cidade: COXIM - Estado: MS
  • DDD: 67
  • Região: Alto Taquari
  • População: 33.231 habitantes (Homens: 49% / Mulheres: 48%)
  • Homens: 16.240
  • Mulheres: 16.117
  • Total de domicílios: 10.570
  • Distância da capital (em km): 215
  • Área (km²): 64.116
  • Densidade demográfica: 50
  • Frota de veículos: 14.748
  • Indústrias: 265
  • Serviços: 1.017
  • Agronegócios: 54
  • Comércio: 1.115
  • Número de empresas: 2.451
  • Serviços de saúde: 31
  • Agências bancárias: 4
  • Educação: 41
  • Administração pública: 21
  • Atividades financeiras: 10
  • Correios e telecomunicações: 3
  • Transportes: 86
  • Alojamento: 47
  • Alimentação: 168
  • Comércio e reparo de veículos: 163
  • Serviços em geral: 443
  • Indústria extrativa: 6
  • Construção: 59
  • Reciclagem: 12
  • Eletricidade, gás e água: 7
  • Indústrias em geral: 181
  • Comércio atacadista: 91
  • Comércio varejista: 1.024


  • COXIM MATO GROSSO DO SUL Monografia - nº 029 ANO: 1983

    NOTAS HISTÓRICAS

    A região onde se encontra o Município de Coxim era habitada pelos índios caiapós quando, ainda no século XVII, foi alcançada por desbravadores, procedentes de São Paulo. Com a descoberta das minas de ouro de Cuiabá, a localidade tornou-se o caminho mais freqüente na ligação São Paulo-Cuiabá, pela utilização das bacias fluviais do Paraná e Paraguai, através dos rios Pardo e Coxim.

    Em 1729, Domingos Gomes Belliago e outros sertanistas estabeleceram o arraial de Belliago, à margem do rio Taquari, objetivando prestar socorros às monções que se dirigiam a São Paulo ou vinham de lá.

    Em 1862, Herculano Ferreira Pena, então Governador da Província, criou o Núcleo Colonial de Taquari, junto ao Arraial de Belliago, também denominado Coxim.

    O Núcleo Colonial de Taquari foi elevado a freguesia, sob a invocação de São José e com a denominação de Herculânea, em homenagem ao Conselheiro Herculano Ferreira Pena, que muitos beneficios lhe prestou, quando Governador da Província.

    Progredia o povoado quando, em 1865, sofreu os efeitos da invasão do Brasil pelos paraguaios que, dominando a região, estabeleceram um. quartel-general na fazenda São Pedro, de onde foram desalojados pelas tropas brasileiras, comandadas pelo Coronel Carlos de Moraes Camisão.

    Refeita da invasão, em 1872, a povoação retomou ritmo acelerado de progresso. Foi elevada a Distrito Judiciário com o nome de São José de Herculânea. Através dos rios Taquari e Paraguai, estabeleceu-se intenso intercâmbio comercial com Corumbá, tendo-se destacado na atividade diversos membros da família Teodoro.

    Coxim tornou-se importante entreposto dos fazendeiros de Goiás, que ali se abasteciam, especialmente de sal.

    A primeira escola foi construida em 1886, e seu primeiro mestre, o professor José Bento da Silva.

    Por iniciativa de João Serrou Camy, erigiu-se novo templo, que teve o apoio de toda a população.

    O topônimo se deve ao rio Coxim, caminho natural das monções na rota Paraná-Rio Pardo.

    Formação Administrativa

    O distrito foi criado em 6 de novembro de 1872 pela Lei n.° 1 e o Município, em 11 de abril de 1898, pela Resolução n.° 202.

    Pela Lei estadual nº 1262 de 22/04/92, desmembra do município de Coxim, o distrito de Alcinópolis, elevado à categoria de município.

    Na ocasião, figurou somente com o Distrito Sede.

    Atualmente, compõem-no os distritos de: Coxim, Jauru, São Romão e Taquari.

    Fonte: IBGE