1. Guia
  2. SP
  3. PIRACICABA
  4. Detalhes da cidade
Guia da cidade - PIRACICABA


Detalhes da cidade: PIRACICABA-SP


  • Cidade: PIRACICABA - Estado: SP
  • DDD: 19
  • Região: Piracicaba
  • População: 394.419 habitantes (Homens: 46% / Mulheres: 48%)
  • Homens: 181.014
  • Mulheres: 189.013
  • Total de domicílios: 114.426
  • Distância da capital (em km): 138
  • Área (km²): 13.695
  • Densidade demográfica: 2.702
  • Frota de veículos: 243.950
  • Indústrias: 3.752
  • Serviços: 13.033
  • Agronegócios: 2.316
  • Comércio: 11.660
  • Número de empresas: 30.761
  • Serviços de saúde: 452
  • Agências bancárias: 67
  • Educação: 535
  • Administração pública: 39
  • Atividades financeiras: 394
  • Correios e telecomunicações: 59
  • Transportes: 1.056
  • Alojamento: 76
  • Alimentação: 2.297
  • Comércio e reparo de veículos: 1.766
  • Serviços em geral: 6.292
  • Indústria extrativa: 20
  • Construção: 1.341
  • Reciclagem: 57
  • Eletricidade, gás e água: 23
  • Indústrias em geral: 2.311
  • Comércio atacadista: 1.692
  • Comércio varejista: 9.968


  • Piracicaba

    São Paulo - SP

    Histórico

    Em 1766, o capitão-general de São Paulo, D. Luís Antônio de Souza Botelho Mourão, encarregou Antônio Corrêa Barbosa de fundar uma povoação na foz do rio Piracicaba. No entanto, o capitão povoador optou pelo local onde já se haviam fixado alguns posseiros e onde habitavam os índios Paiaguás, à margem direita do salto, a 90 quilômetros da foz, no lugar mais apropriado da região. A povoação seria ponto de apoio às embarcações que desciam o rio Tietê e daria retaguarda ao abastecimento do forte de Iguatemi, fronteiriço do território do Paraguai.

    Oficialmente, o povoado de Piracicaba, termo da Vila de Itu, foi fundado em 1º. de agosto de 1767, sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres. Em 1774, a povoação constitui-se freguesia, com uma população estimada em 230 habitantes, desvinculando-se de Itu em 21 de junho.

    Em 1784, Piracicaba foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde os terrenos melhores favoreciam sua expansão. A fertilidade da terra atraiu muitos fazendeiros, ocasionando a disputa de terras. Em 29 de novembro de 1821, Piracicaba foi elevada à categoria de vila, tomando o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à promulgação da Constituição Portuguesa, ocorrida naquele ano.

    A partir de 1836, houve um importante período de expansão. Não havia lote de terra desocupado e predominavam as pequenas propriedades. Além da cultura do café, os campos eram cobertos pelas plantações de arroz, feijão e milho, de algodão e fumo, mais pastagens para criação de gado. Piracicaba era um respeitado centro abastecedor.

    Em 24 de abril de 1856, Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de cidade. Em 1877, por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba, "o mais certo, o correto e como era conhecida popularmente".

    O nome da cidade vem do tupi-guarani, significado lugar onde o peixe pára. É uma referência às grandiosas quedas do rio Piracicaba que bloqueiam a piracema dos peixes.

    Gentílicos: piracicabano

    Formação Administrativa

    Freguesia criada com a denominação de Constituição ou Vila Nova da Constituição, em 21-06-1774, no município de Itu.

    Elevado à categoria de vila com a denominação de Constituição ou Vila Nova da Constituição, pela portaria de 31-10-1821, desmembrado da antiga vila Porto Feliz. Sede na povoação de Piracicaba. Constituído do distrito sede. Instalado em 10-08-1822.

    Elevado à condição de cidade com a denominação de Constituição ou Vila Nova da Constituição, pela Lei Provincial n.º 21, de 24-04-1856.

    Pela Lei Provincial n.º 21, de 13-04-1877, o município de Constituição ou Vila Nova da Constituição tomou a denominação de Piracicaba.

    Pela Lei Provincial n.º 95, de 04-04-1889, é criado o distrito de Bom Jesus do Rio das Pedras e anexado ao município de Piracicaba.

    Pela Lei Provincial n.º 95, de 04-04-1889, desmembra do município de Piracicaba o distrito de Bom Jesus do Rio das Pedras. Elevado à categoria de município com a denominação de Rio das Pedras.

    Pela Lei Estadual n.º 1.251, de 15-08-1911, é criado o distrito de Xarqueada e anexado ao município de Piracicaba.

    Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 2 distritos: Piracicaba e Xarqueada.

    Pela Lei n.º 1.548, de 22-09-1917, é criado o distrito de Vila Resende e anexado ao município de Piracicaba.

    Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 3 distritos: Piracicaba, Via Rezende e Xarqueada.

    Pela Lei Estadual n.º 1.877, de 17-11-1922, é criado o distrito de Ibituruna (ex-povoado de Serra Negra), e anexado ao município de Piracicaba.

    Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Piracicaba, Ibituruna, Vila Rezende e Xarqueada.

    Pela Lei n.º 2.641, de 15-01-1936, é criado o distrito de João Alfredo e anexado ao município de Piracicaba.

    Pela Lei n.º 2.783, de 23-12-1936, é criado o distrito de Tupi e anexado ao município de Piracicaba.

    Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 6 distritos: Piracicaba, Ibituruna, João Alfredo, Tupi, Vila Rezende e Xarqueada.

    Pelo Decreto-lei Estadual n.º 9.073, de 31-03-1938, o distrito de Vila Rezende perdeu a condição de distrito, passando a figurar como simples zona do distrito sede do município de Piracicaba.

    Pelo Decreto Estadual n.º 9.775, de 30-11-1938, Piracicaba adquiriu do município de Rio das Pedras o distrito de Saltinho.

    No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 6 distritos: Piracicaba, Ibituruna, João Alfredo, Saltinho, Tupi e Xarqueada.

    Pelo Decreto-lei Estadual n.º 14.334, de 30-11-1944, o distrito de João Alfredo tomou a denominação de Artemis.

    Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 6 distritos: Piracicaba, Artemis (ex-João Alfredo), Ibituruna, Saltinho, Tupi e Xarqueada.

    Pela Lei Estadual n.º 2.456, de 30-12-1953, desmembra do município de Piracicaba o distrito de Xarqueada. Elevado à categoria de município com a grafia Charqueada.

    Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 5 distritos: Piracicaba, Artemis, Ibituruna, Saltinho e Tupi.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

    Pela Lei Estadual n.º 8.092, de 28-02-1964, foram criados os distritos de Santa Terezinha de Piracicaba e Guamium e anexados ao município de Piracicaba.

    Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 7 distritos: Piracicaba, Artemis, Guamium, Ibituruna, Saltinho, Santa Terezinha de Piracicaba e Tupi.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988.

    Pela Lei Estadual n.º 7.644, de 30-12-1991, desmembra do município de Piracicaba o distrito o distrito de Saltinho. Elevado à categoria de município.

    Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído de 6 distritos: Piracicaba, Artemis, Guamium, Ibituruna, Santa Terezinha de Piracicaba e Tupi.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

    Fonte: Fonte: Piracicaba (SP). Prefeitura. 2013. Disponível em: http://www.urbal.piracicaba.sp.gov.br. Acesso em: jul. 2013.

    Data de atualização: 31/07/2013