1. Guia
  2. PB
  3. ITAPORANGA
  4. Detalhes da cidade
Guia da cidade - ITAPORANGA


Detalhes da cidade: ITAPORANGA-PB


  • Cidade: ITAPORANGA - Estado: PB
  • DDD: 83
  • Região: Itaporanga
  • População: 24.674 habitantes (Homens: 47% / Mulheres: 48%)
  • Homens: 11.546
  • Mulheres: 11.965
  • Total de domicílios: 6.512
  • Distância da capital (em km): 364
  • Área (km²): 4.681
  • Densidade demográfica: 502
  • Frota de veículos: 4.539
  • Indústrias: 132
  • Serviços: 382
  • Agronegócios: 4
  • Comércio: 469
  • Número de empresas: 987
  • Serviços de saúde: 14
  • Agências bancárias: 3
  • Educação: 24
  • Administração pública: 4
  • Atividades financeiras: 1
  • Correios e telecomunicações: 1
  • Transportes: 7
  • Alojamento: 3
  • Alimentação: 21
  • Comércio e reparo de veículos: 35
  • Serviços em geral: 269
  • Indústria extrativa: 1
  • Construção: 37
  • Reciclagem: 1
  • Eletricidade, gás e água: 2
  • Indústrias em geral: 91
  • Comércio atacadista: 19
  • Comércio varejista: 450


  • Itaporanga Paraíba - PB

    Histórico

    Itaporanga, ex-Misericórdia, é palavra de origem indígena que significa "pedra bonita", em alusão aos tabuleiros pedregosos e ondulados. de considerável elevação e escassa vegetação.

    Após intensos combates com os indígenas, chefiados pelo cacique Piancó, teve início o povoamento das terras adquiridas da Casa da Torre. pelo Comendador Gaspar D'Ávila Pereira. Segundo o historiador João Machado, o Comendador Gaspar, em 1765, cedeu o sítio Misericórdia ao sertanista Antônio Vilela de Carvalho.

    O novo proprietário, a princípio, à margem direita do rio Piancó, construiu vivenda e rancho para pousada de almocreves e tangerinos. Em 1840, Alexandre Gomes da Silva Joaquim Carnaúba, João Madeiro e o Padre Lourenço, à margem esquerda do mesmo rio, erigiram as primeiras casas de pedra e barro e a capela de Nossa Senhora da Conceição, ainda hoje existente em torno da qual se desenvolveram o arraial, o povoado e a vila. A Paróquia de Misericórdia, invocada a Nossa Senhora da Conceição, foi criada em 1860.

    Gentílico: Itaporanguense

    Formação Administrativa

    Distrito criado com a denominação Misericórdia, pela lei provincial nº 5, de 11-07-1860, subordinado ao município de Piancó.

    Elevado à categoria de vila com a denominação de Misericórdia, pela lei provincial nº 104, de 11-12-1863, desmembrado de Piancó. Sede na vila de Misericórdia. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-01-1865.

    Pela lei municipal de 23-07-1901, é criado o distrito de São Boa Ventura e anexado ao município Misericórdia.

    Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 2 distritos: Misericórdia e São Boa Ventura.

    Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 3 distritos: Misericórdia, São Boa Ventura e Timbaúba.

    Pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 15-11-1938, o município de Misericórdia passou a denominar-se Itaporanga e o distrito de Timbaúba a denominar-se Serra Grande e ainda sob o mesmo decreto é criado o distrito de São Paulo, com terras desmembradas dos distritos de Itaporanga e Serra Grande e anexado ao município de Itaporanga.

    No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Itaporanga, São Boa Ventura, São Paulo e Serra Grande.

    Pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943, o município de Itaporanga voltou a denominar-se Misericórida, o distrito de São Paulo a denominar-se Diamante e Serra Grande a denominar-se Ibitirussu.

    No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município constituído de 4 distritos: Misericórdia ex-Itaporanga, Diamante ex-São Paulo, Ibitirussu ex-Serra Grande e São Boa Ventura.

    Pelo Ato das disposições constitucionais transitória do estado da Paraíba, promulgado em 11-06-1947, o município de Misericórdia voltou a denominar-se de Itaporanga.

    Pela lei estadual nº 318, de 07-01-1949, o distrito de Ibitirussu volta a denominar-se Serra Grande.

    Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: Itaporanga ex-Misericórdia, Diamante, Ibitirussu ex-Serra Grande e São Boa Ventura.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

    Pela lei estadual nº 2209, de 19-12-1959, é criado o distrito de Pedra de Fumo, e anexado ao

    município de Itaporanga. Pela lei estadual nº 2210, de 19-12-1959, é criado o distrito de Curral Velho ex-povoado, com terras desmembradas do distrito de Diamante e anexado ao município de Itaporanga. Em divisão territorial datada de 31-XII-1960, o município é constituído de 6 distritos: Itaporanga, Curral Velho, Diamante, Pedra de Fumo, São Boa Ventura e Serra Grande. Pela lei estadual nº 2605, de 01-12-1961, desmembra do município de Itaporanga o distrito de São Boa Ventura. Elevado à categoria de município com a denominação de Boa Ventura. Pela lei estadual nº 2619, de 12-12-1961, desmembra do município de Itaporanga o distrito de Serra Grande. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 2655, de 21-12-1961, desmembra do município de Itaporanga o distrito de Diamante. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 3057, de 02-07-1963, desmembra do município de Itaporanga o distrito de Curral Velho. Elevado à categoria de município Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Itaporanga e Pedra de Fumo. Pela lei estadual nº 3152, de 30-03-1964, desmembra do município de Itaporanga o distrito de Pedra de Fumo. Elevado à categoria de município com a denominação de Pedra Branca

    Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído do distrito sede.

    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

    Alterações toponímicas municipais

    Misericórdia para Itaporanga alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 15-11-1938. Itaporanga para Misericórdia alterado, pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943. Misericórdia para Itaporanga alterado, pelo ato das disposições transitórias do estado da Paraíba, promulgado em 11-06-1947.

    Fonte: IBGE